Inovadoras e energéticas, as startups são naturalmente dinâmicas. Contudo, à medida que vão crescendo, pode chegar um momento em que metodologias ágeis sejam uma opção para ajudar a manter essa velocidade.

Para uma pequena startup, a agilidade deve ser uma vantagem natural. No começo, ela vive ou morre por duas coisas: paixão e uma ótima ideia. Após superada essas duas sentenças e a empresa ter entrado na fase de crescimento, é preciso manter a agilidade. E é aí que entra a necessidade de montar uma estrutura que atenda esse novo momento.

O enorme intervalo de tempo entre os requisitos de negócios (os aplicativos e recursos solicitados pelos clientes) e a entrega de uma tecnologia que atendesse a essas necessidades, levou ao cancelamento de muitos projetos. 

Decididos a resolver ou amenizar essas deficiências, em 2000, um grupo de 17 líderes intelectuais, reuniram-se primeiro em um resort no Oregon e mais tarde, em 2001, na estação de esqui The Lodge at Snowbird, em Utah, para criar o Manifesto Ágil e os Doze Princípios que norteiam essa diretriz.

Neste artigo, falaremos sobre as metodologias ágeis, mostrando como adotá-las para escalar seu negócio. Boa leitura!

Entenda as metodologias ágeis e o caminho do crescimento das startups 

Uma pesquisa do conferencista sênior Shikhar Ghosh, da Harvard Business School, sugere que 3 de 4 startups falham. Outro estudo da Statistic Brain, indica que 50% falham em cinco anos e 70% em 10 anos. De fato, elas lutam por muitas razões. Mas por que isso acontece? 

As startups que falham fazem isso porque não conseguem antecipar obstáculos e, portanto, podem nem saber como agir. Algumas outras grandes razões para o fracasso são a falta de planejamento, a contratação de pessoal sem experiência e o trabalho desordenado.

A falta de mentores ou ter um cofundador que não queira experimentar novos métodos também são pontos de falha para muitas startups, assim como a negligência dos concorrentes.

Até agora, você deve estar se perguntando o que fazer para que todas essas coisas se encaixem. Uma das maneiras mais poderosas de fazer tudo funcionar é por meio das metodologias ágeis.

vem-pra-manada-bannerPowered by Rock Convert

É um termo genérico, usado para descrever princípios e práticas durante todo o ciclo de vida de uma startup. Sob esta estrutura, as soluções evoluem por meio de colaboração e trabalho em equipe. E é nesse ponto que iremos entrar agora. Siga com a leitura!

As metodologias ágeis no gerenciamento de projetos

As metodologias ágeis formam uma ótima estrutura colaborativa de gerenciamento de projetos. Com a sua ajuda, as equipes podem enfrentar um projeto em vários estágios, envolvendo colaboração constante, com interação e melhorias contínuas.

O processo começa com o cliente ditando como será o produto ou serviço final e como ele ajudará os consumidores. Com as práticas, você vai aprender quais são as expectativas dos clientes.

Os principais recursos das metodologias ágeis podem ajudar as startups a fornecer:

  • satisfação ao cliente por meio de entregas rápidas e constantes;

  • aproveitamento das mudanças contínuas para a vantagem competitiva do cliente;

  • reunião da equipe durante todo o projeto para evitar duplicidade de esforços;

  • concentração em uma escala de tempo menor;

  • transmissão de informações dentro das equipes de desenvolvimento ou remotas, não apenas de forma física, mas também por meio de softwares para manter a clareza;

  • promoção do desenvolvimento sustentável e manutenção de um ritmo constante;

  • o contínuo da equipe se esforça para se tornar mais eficaz em intervalos regulares e, em seguida, ajusta seu comportamento de acordo.

Escale seu negócio com as metodologias ágeis 

As metodologias ágeis são um conjunto de métodos e práticas com base nos valores e princípios do Manifesto Ágil. Temos, nesse sentido, as ferramentas Scrum, Lean e o Kanban.

Scrum

O Scrum enfatiza a tomada de decisões a partir de resultados reais ao invés da especulação. O tempo é dividido em cadências curtas de trabalho, conhecidas como sprints, normalmente uma ou duas semanas.

O produto é mantido em um estado potencialmente pronto para entrega (devidamente integrado e testado) em todos os momentos. No final de cada sprint, as partes interessadas e os membros da equipe se reúnem para ver um incremento de produto potencialmente realizável e planejar seus próximos passos.

Lean

Em 2000, o Lean foi adaptado para o desenvolvimento de software por Mary e Tom Poppendieck, que o relacionaram com 7 princípios Lean iniciais e filosofia ágil.

Seguindo a tendência, o Lean foi aplicado na indústria de startups em 2008 por Eric Reis. filosofia Lean Startup contribui com a criação de novas empresas e colabora no lançamento de produtos preferidos pelos clientes, de forma mais rápida e barata que os utilizados pelos métodos tradicionais.

Uma empresa enxuta segue um ciclo de aprendizado e medição, conduz muitos testes, com frequência se conecta com os clientes, compreende seu valor e foca seus principais processos na melhora contínua. Isso leva a startup à sustentabilidade, desenvolvimento inteligente e sucesso.

Kanban

O Kanban é um sistema de agendamento de gerenciamento visual destinado à entrega just in time, excluindo a sobrecarga de equipe. Como parte do Lean, inicialmente a metodologia apoiou a indústria automotiva japonesa. 

Da mesma forma que o Scrum, o Kanban rastreia as ações de “fazer”, “em andamento” e “feito”, mas as limita pelo número de atividades em andamento (ele é definido pelo gerente da equipe e não pode ser excedido).

Existem quatro princípios Kanban fundamentais:

  • visualize o trabalho para aumentar a comunicação e a colaboração;
  • limite o trabalho em andamento para evitar uma cadeia infinita de tarefas abertas não priorizadas;
  • meça e otimize o fluxo, coletando métricas e prevendo problemas futuros;
  • aponte para a melhoria contínua como resultado da análise.

Depois de conhecer as metodologias ágeis, podemos perceber que é impossível escolher um meio ou mentalidade e dizer com confiança que é melhor que os outros. Eles são quase incomparáveis, de modo que sua classificação final depende do tipo de problema que você está tentando resolver.

Além disso, é comum que os melhores resultados geralmente venham da combinação de várias técnicas e práticas.

Mas antes de criar um mix personalizado de gerenciamento de projetos, aproveite o tempo e certifique-se de ter o básico. Vale a pena tentar implementar essas mentalidades como elas eram originalmente pretendidas, e só então fazer algumas mudanças para otimizá-las para sua empresa. Neste caso, melhorando as práticas existentes, você expandirá o kit de ferramentas ao invés de criar novos processos que podem não funcionar.

Agora que você sabe conhece melhor as metodologias ágeis, aproveite para ver como o ambiente de trabalho impacta na produtividade e criatividade!

Elephant City

Elephant City

Estamos reinventando a forma de trabalhar, viver e se divertir. Nós desenhamos e operamos hubs de inovação, coworking e colivings em locais únicos. Se você precisa de um local para trabalhar e uma comunidade para te apoiar, a Elephant é ideal para você! #Vempramanada

DEIXE UM COMENTÁRIO