Financiamento para um Novo Negócio: 9 Formas de Conseguir + Dicas

Conseguir financiamento para um novo negócio ou para uma ideia é um desafio que todos os empreendedores enfrentam no início de seus projetos. 

O empreendedorismo está em alta no Brasil, e cada vez mais pessoas estão buscando realizar o sonho de abrir um novo negócio. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), só em 2020, mais de 1,2 milhão de novas empresas foram criadas no país. Diante desse cenário, é fundamental saber como conseguir financiamento para um novo negócio e tirar suas ideias do papel.

Neste artigo, vamos explorar como funcionam os tipos de financiamento, te dar 9 opções de como conseguir recursos financeiros, e mais dicas importantes para quem quer começar uma empresa ou startup.

O que é uma linha de crédito para um novo negócio

Antes de mergulharmos nas opções de financiamento disponíveis, é importante entender o que é, de fato, um financiamento para um novo negócio, e o que é uma linha de crédito.

Um financiamento é um suporte financeiro que pode vir de diversas fontes, como bancos, investidores, governo e até mesmo empréstimos pessoais. Neste caso, para auxiliar na criação e desenvolvimento de uma startup ou novo negócio, ou seja, um projeto que ainda vai começar

uma linha de crédito para um novo negócio é um tipo específico de financiamento oferecido por instituições financeiras. Trata-se de um crédito destinado para um fim exclusivo, como aquisição de maquinário ou para capital de giro, e que algumas vezes já é pré-aprovado para o cliente da instituição financeira.

Segundo a Serasa, essas linhas de crédito podem variar em termos de valor, taxa de juros, prazos de pagamento e pré-requisitos, então consulte com cuidado os tipos disponíveis.

Onde conseguir um financiamento para um novo negócio

Existem várias fontes para conseguir financiamento para um novo negócio no Brasil. Vamos explorar algumas delas:

Empréstimos Bancários

Os empréstimos bancários são uma opção tradicional para obter financiamento. Existem os empréstimos comuns, que podem ser usados para qualquer fim, mas geralmente suas taxas de juros são mais altas. E há as linhas de crédito, que algumas instituições oferecem, especialmente voltadas para empreendedores, com diferentes modalidades e condições. Por serem específicas para esse fim, costumam oferecer condições melhores. 

No entanto, para se qualificar há algumas exigências: geralmente um histórico financeiro saudável, e um plano de negócios sólido.

Investidores Anjo

Os investidores anjo são pessoas físicas ou jurídicas que investem capital próprio em startups promissoras em troca de participação no negócio. Eles não apenas fornecem financiamento, mas também experiência e networking valiosos.

Para estar em contato com esse tipo de investidor, é preciso participar de rodadas de investimento, eventos de empreendedorismo, hackathons, rodadas de pitch, além de fortalecer sua rede de contatos.

Capital de Risco

O capital de risco, também conhecido como venture capital, é fornecido por empresas de investimento especializadas. Eles buscam startups com alto potencial de crescimento e estão dispostos a assumir mais riscos em troca de participação acionária. Geralmente procuram ideias que terão a valorização rápida das ações, para posteriormente venderem suas ações deixando de ser sócios e lucrando com essa operação.

Financiamento Coletivo

O financiamento coletivo, ou crowdfunding, envolve a captação de recursos de um grande número de pessoas pela internet. Plataformas como Kickstarter e Catarse são populares para esse tipo de financiamento.

Funciona assim: você apresenta seu projeto, que fica disponível para que qualquer pessoa na internet veja e possa ajudar. As pessoas que se identificarem com sua ideia podem fazer doações de diversos valores, e juntas, te ajudam a alcançar a meta. Os contribuintes também podem ganhar brindes ou até um exemplar do produto que você está tentando financiar, por exemplo.

Aceleradoras e Incubadoras

As aceleradoras e incubadoras são organizações que oferecem suporte financeiro, orientação e recursos a startups e empresas iniciantes, em troca de participação no negócio. Há também instituições que oferecem programas de incubação como parte de seus serviços.

Enquanto as incubadoras auxiliam nas etapas iniciais, oferecendo suporte financeiro, orientação na elaboração de planos de negócios, pesquisa de mercado e avaliação de viabilidade econômica, as aceleradoras concentram-se em startups que já estão mais consolidadas.

Para entrar em um programa de aceleração ou de incubação, é preciso estar inserido na cena do empreendedorismo na sua região, por meio de eventos e networking. A Elephant Coworking é um exemplo de hub de inovação que conecta empreendedores a essas oportunidades gratuitamente, por meio de eventos abertos ao público.

Empréstimos de Microcrédito

O Microcrédito é uma estratégia do Governo para disponibilizar valores baixos de empréstimo para pequenos empreendedores como MEIs e empreendedores informais. Esse tipo de crédito é regulamentado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), e oferecido pelos maiores bancos do país.

O valor máximo para esse tipo de empréstimo é de R$ 20.000 por empreendedor, e as taxas de juros são muito mais baixas do que a média do mercado: não podem ultrapassar 4% ao mês.

Subsídios e Incentivos Governamentais

O governo oferece diversos programas de subsídios e incentivos para fomentar o empreendedorismo. Um exemplo é o Pronampe, Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, que disponibiliza crédito com condições facilitadas para pequenos empreendedores.

Esse tipo de incentivo não ocorre apenas no âmbito federal. Governos estaduais e municipais também possuem opções como isenções de impostos e outros tipos de benefícios fiscais. Pesquise se seu negócio se enquadra em alguma opção disponível na sua região.

Competições de Startups

Existem diversas competições de startups nas quais você pode inscrever sua ideia. Esses eventos ocorrem o ano todo, e são conhecidos por diversos nomes, como summit, hackathon ou startup race, e alguns deles promovem também um roadshow periodicamente, como forma de divulgação. Essas competições são uma forma de conseguir não só financiamento, mas também visibilidade.

Para encontrar essas oportunidades, você pode buscar inscrições em plataformas de eventos como o Sympla, e acompanhar perfis de referência do tema nas redes sociais. A Elephant Coworking divulga esse tipo de evento em seu perfil no LinkedIn.

Empréstimos Pessoais e Investidores Familiares

Em alguns casos, empreendedores recorrem a empréstimos pessoais ou investidores familiares para financiar seus negócios. Alertamos, porém, que os empréstimos pessoais costumam ter as taxas de juros mais altas do mercado. É importante considerar os riscos envolvidos e ter um plano sólido caso algo fuja do esperado.

O que é preciso para conseguir um financiamento para um novo negócio

Para obter financiamento para um novo negócio, é necessário ,primeiramente, ter uma ideia de negócio sólida e viável. Isso envolve identificar uma oportunidade de mercado, entender as necessidades dos clientes e definir como o seu produto ou serviço atenderá a essas demandas de maneira única.

Uma vez que você tenha uma proposta de negócio clara, elabore um plano de negócios. Detalhe a estratégia de marketing, as projeções financeiras, os custos operacionais e a estrutura organizacional da empresa. Um plano de negócios bem elaborado é fundamental para convencer os investidores de que o seu negócio é sólido e tem potencial de crescimento. Organize também um pitch de apresentação que deve incluir: o problema, o público, a solução e como o negócio ganha com isso, e deve durar poucos minutos.

Além disso, é importante escolher o tipo de financiamento que melhor se adequa às necessidades do seu negócio. Muitas opções podem exigir que você tenha um CNPJ, ou algum lastro financeiro ou garantia. Avalie com cuidado, qual tipo de financiamento é mais apropriado para o seu caso.

Outro aspecto crucial é construir uma rede de contatos sólida e apresentar o seu projeto a potenciais investidores ou instituições financeiras. Isso envolve participar de eventos de networking, conferências e pitchs de negócios para ganhar visibilidade e atrair financiamento.

Por fim, é importante lembrar que conseguir financiamento para um novo negócio pode ser um processo desafiador e demorado. É preciso estar preparado para enfrentar rejeições e continuar aprimorando a sua proposta até encontrar os parceiros certos que acreditem no seu potencial.

Dicas importantes para quem está começando um novo negócio

Se organize financeiramente

Comece planejando os passos financeiros que pretende dar. Mantenha um controle das finanças do seu negócio desde o início, mesmo que ainda esteja desenvolvendo o projeto. Afinal, seus investidores também vão querer saber como vai organizar os recursos que receber, e se terá boa saúde financeira.

Se preferir, você pode usar um software de gestão financeira para te ajudar nessa tarefa, mas uma planilha simples pode resolver várias demandas nos estágios iniciais de uma empresa.

Esteja perto de outros empreendedores

O networking é essencial para qualquer empreendedor, e aqueles que estão no estágio inicial de seu novo negócio precisam se atentar a isso. Para expandir sua rede, busque participar de eventos sobre empreendedorismo.

A Elephant Coworking promove regularmente eventos gratuitos abertos ao público com temáticas de interesse do mundo do empreendedorismo, além de rodadas de negócios e eventos de aceleradoras. Essa pode ser uma maneira eficaz de conhecer outros empreendedores, trocar experiências e fechar novos negócios.

Regularize a situação do seu novo negócio

Busque um escritório de contabilidade de confiança e inclua na sua lista de tarefas iniciais, a regularização contábil e fiscal da sua nova empresa. 

Uma boa alternativa, por exemplo, para quem precisa abrir um CNPJ, é utilizar um serviço de endereço fiscal com coworking como o da Elephant Coworking, Por meio dele, você pode sediar sua empresa e receber correspondências sem precisar alugar uma sala só para isso, e ainda recebe benefícios adicionais como o uso do espaço e a participação na comunidade de membros empreendedores.

Conseguir financiamento para um novo negócio é um passo muito importante para o sucesso como empreendedor. Existem diversas opções disponíveis, e é importante explorar todas elas, adaptando-se à sua situação e necessidades. Lembre-se de que o planejamento sólido, o networking e a organização financeira são fundamentais para construir um negócio de sucesso. Com dedicação e as escolhas certas, você estará mais próximo de transformar suas ideias em realidade e alcançar o sucesso empresarial.

Fique por dentro das tendências de empreendedorismo e da inovação

Assinando nossa newsletter!

Ative o JavaScript no seu navegador para preencher este formulário.