Como organizar as finanças da sua empresa em 8 passos

A saúde financeira é o coração de uma empresa, e se ela não vai bem, todo o resto vai ter problemas. Mas não se preocupe! Mesmo que as finanças do seu negócio não estejam muito boas, é possível resolver isso com muita organização e planejamento.

Estamos na metade do ano, e com certeza você traçou metas para sua empresa alcançar nesse período. Esse é um momento muito propício para reavaliar o que pode mudar e traçar novas rotas para cumprir os objetivos.

Para te ajudar com isso, separamos 8 passos que você pode seguir para fazer uma “faxina” nas finanças do seu negócio. E mesmo que sua empresa não esteja com problemas, você pode aplicar essas diretrizes para ter ainda mais sustentabilidade financeira. Confira:

Como organizar as finanças da sua empresa em 8 passos

1. Avalie o cenário atual das suas finanças

Primeiramente, é importante reunir sua equipe e avaliar a situação financeira atual da empresa. Esse momento deve ser feito só com o time que lida diretamente com essa área, mesmo que seja apenas você.

Analisem os dados financeiros como: fluxo de caixa, demonstrações de resultados e balanços patrimoniais. Isso ajudará a entender como está a saúde financeira da empresa, identificar áreas de melhoria e tomar decisões informadas para o futuro.

2. Classifique em categorias e revise

Organize suas despesas e custos em categorias, como aluguel, folha de pagamento, fornecedores, marketing, entre outros. Em seguida, anote os valores gastos nos últimos períodos em cada categoria.

Isso permitirá que você identifique quais áreas estão consumindo a maior parte dos recursos. A partir daí, avalie onde é possível reduzir despesas ou otimizar custos.

Se você perceber que está gastando muito com infra-estrutura, considere mudar sua sala comercial ou seu endereço fiscal para um coworking. Essa estratégia pode reduzir muito seus custos.

3. Faça um planejamento realista

Agora que você tem uma boa ideia de como as coisas estão, elabore um plano financeiro a ser seguido. Ele pode ser detalhado, estabelecendo metas e objetivos específicos para períodos definidos, como mensal, trimestral ou anual.

Determine limites de gastos para cada categoria e assegure-se de que sejam realistas e alcançáveis. Não esqueça de acompanhar regularmente o progresso em relação ao plano e faça ajustes quando necessário.

4. Estabeleça objetivos pragmáticos

Os objetivos vão ajudar seus times a terem um foco a seguir, então defina objetivos financeiros realistas para sua empresa. Eles podem incluir aumentar a receita, reduzir despesas, melhorar a margem de lucro, expandir para novos mercados, entre outros.

Ter objetivos claros ajudará a orientar suas decisões financeiras e a motivação da equipe, então lembre-se de comunicar esses objetivos de forma clara e positiva para cada time.

5. Conte com imprevistos

É importante estar preparado para imprevistos e situações inesperadas, principalmente financeiramente. Reserve uma porção do orçamento para contingências, como reparos emergenciais, flutuações de mercado ou eventos imprevistos.

Ter uma reserva de emergência ajudará a evitar problemas financeiros significativos no futuro.

6. Controle as movimentações financeiras

Para conseguir seguir o planejamento é preciso manter o registro do que entre e do que sai do caixa.

Utilize ferramentas e softwares de gestão financeira para te ajudar a fazer esse controle. Eles podem auxiliar no acompanhamento de despesas, receitas, fluxo de caixa e na geração de relatórios financeiros.

Isso proporcionará uma visão clara das finanças e ajudará na tomada de decisões embasadas.

7. Procure ajuda de uma contabilidade

Contar com a assessoria de um profissional contábil é fundamental para garantir que sua empresa esteja em conformidade com as leis fiscais e tributárias. Conheça Company Club que oferece serviços de abertura de CNPJ, suporte contábil completo, educação financeira e um clube de benefícios que vai impulsionar empreendedores que procuram inovar todos os dias.

Na company Club você dispõe de um contador poderá ajudá-lo com a elaboração de demonstrativos contábeis, cálculo de impostos, planejamento tributário e outras questões financeiras.

E caso esteja abrindo seu endereço fiscal agora, você pode aproveitar a promoção de lançamento e abrir seu CNPJ + suporte contábil por um valor bem economico. Aproveite.

8. Invista em um treinamento ou capacitação

Um treinamento financeiro pode ser valioso para você e sua equipe. Se você ou seu time de finanças precisar aprimorar seus conhecimentos em gestão financeira, contabilidade, análise de dados ou outras áreas relevantes, considere participar de cursos, workshops ou contratar consultorias especializadas. 

Isso ajudará a fortalecer a competência financeira da empresa. Lembre-se que o valor gasto em um investimento pode retornar para seu negócio de forma exponencial se for bem utilizado.

Por fim, permaneça em melhoria contínua

Como todas as áreas do seu negócio, o cuidado com as finanças também é um processo contínuo. Só assim é possível obter resultados a longo prazo.

Junto com sua equipe, mantenha um histórico de táticas e de procedimentos que já usaram. Revise regularmente suas estratégias, monitore os resultados e esteja aberto a fazer ajustes à medida que a empresa evolui e as circunstâncias mudam.

E se você estiver buscando reduzir custos com o espaço de trabalho da sua empresa, conheça a Elephant Coworking. São diversas opções de soluções em ambientes de trabalho para empresas de todos os portes.

Fique por dentro das tendências de empreendedorismo e da inovação

Assinando nossa newsletter!